Gêisers del Tatio

Geisers del Tatio: oásis no Atacama

Quem já foi ao Deserto do Atacama, no Chile, e não madrugou para fazer o tour dos Geisers del Tatio não completou sua missão no deserto mais seco do mundo!

Gêiser no Atacama

E aqui já cabem os primeiros parênteses. O Atacama é o deserto mais árido do mundo, certo? Se considerarmos a série histórica de pluviosidade, a resposta é sim! No entanto, quando falamos de água subterrânea, esse título cai por terra – com o perdão do trocadilho. Isso porque o deserto do Atacama é também conhecidíssimo por suas lagunas belíssimas, com água o ano todo, e pela atividade vulcânica e geotérmica, que propicia um espetáculo à parte.

Aqui, vale o destaque para a quantidade de vulcões nesse deserto! Para qualquer direção que se olhe na paisagem, lá estão eles. Alguns muito famosos, como o imponente Licancabur, que é conhecido pela sua beleza, e o Ojos Del Salado, o vulcão mais alto do mundo com 6.885 m; e, de outro lado, vulcões que se destacam por ter uma ascensão menos complicada e, por isso, mais acessível aos turistas, como os vulcões Toco e Lascar.

Dito isto, fica fácil entender como é possível haver nesse deserto uma das formações hidrogeológicas mais encantadoras (se minha opinião valer alguma coisa) do mundo. Sabe aquelas paisagens que você vê no livro de geografia quando é criança e imagina se um dia vai conhecer!? É esse o encantamento.

 

O que são os Geisers del Tatio

Um gêiser (no bom português, com plural ‘gêiseres’), como mencionado acima, é uma formação hidrogeológica. Para que essa formação tão especial ocorra, são necessárias condições específicas, sendo a principal delas a presença de cavidades subterrâneas preenchidas por água e em contato com rocha aquecida pela lava vulcânica. Os gêiseres são considerados uma forma de vulcanismo secundário – o primário seria a espetacular erupção vulcânica. Em contato com as rochas quentes, a água subterrânea vai se aquecendo gradativamente, até que a diferença de pressão faça com que ela seja expelida com violência, em forma de jato, por orifícios no solo (de poucos centímetros até metros de diâmetro).

Os Geisers del Tatio, por sua vez, são o exemplo mais famoso dessa formação aqui na América do Sul. Ficam localizados a 90 Km ao norte de San Pedro de Atacama, a vila que baseia a maioria dos turistas em incursão pelo deserto de mesmo sobrenome. Neles, os jatos de água chegam a até 10 m de altura e alcançam a temperatura de 85 ºC.

Atenção: por estarem a 4.320 m de altitude, recomenda-se que esse passeio não seja o primeiro a se fazer no Atacama. Faça seu roteiro considerando ir primeiro às atrações localizadas em menor altitude e vá subindo progressivamente ao longo dos dias. Isso faz toda a diferença e evita que você tenha mal estar.

O que você precisa saber antes de ir

Não é difícil encontrar agências que ofereçam o passeio saindo de San Pedro de Atacama. Então esse vai ser o menor problema. Veja opções mais abaixo. Para se organizar, você apenas tem que ter em mente os seguintes pontos:

  1.  A saída para o passeio ocorre de madruga, entre 3 e 4 horas da manhã. Durma cedo e esteja agasalhado na hora de sair;
  2.  Lembra que os Geisers del Tatio ficam a 4.320 m de altitude? Quando você chegar lá e sair da van para observar os primeiros gêiseres em atividade, muito provavelmente encontrará uma temperatura entre 0 e -15 ºC. Isso mesmo, zero e menos quinze. Considere levar luva, gorro, e um casaco que te ajude a suportar o frio.
  3.  Ainda sobre a altitude, saindo de San Pedro de Atacama (2.400 m de altitude), o ganho será de quase 2.000 m. Beba água ao longo do caminho. Em pouca quantidade mas com muita frequência. Isso vai te ajudar a evitar o mal estar. Outra dica é: não encha a cara no dia anterior! Hehe
  4.  Como a saída de San Pedro ocorre ainda na madruga, provavelmente você vai perder o café da manhã no hotel/hostel. Lembre-se de providenciar um lanche para levar.
  5.  Últimas dicas: filtro solar e filtro labial são importantes. Não é porque estará frio que o sol não vai te pegar! E vá de tênis ou bota de trekking. Proteja seu pé do friozinho.

P.s.: Quando eu fui pro Atacama, fiquei hospedada no Hostel Campo Base, e eles mesmo providenciavam o lanche (em substituição ao café da manhã), para os passeios que tivessem saída durante a madrugada. Recomendo!

 

Como é o passeio

A principal coisa a se fazer nos Geisers del Tatio é, claro, observar a atividade dos gêiseres. Há um horário ótimo pra isso, logo no início da manhã. Por isso é tão importante sair bem cedo de San Pedro de Atacama. Se você estiver com uma agência, o seu guia vai se certificar de te retirar da van apenas quando a atividade estiver para começar. Assim você é um pouco poupado do frio! Hehe.

Gêiser no Atacama

Chegando lá, a primeira atração é o próprio amanhecer! E já vale a pena ter acordado cedo

Durante a observação do fenômeno pela primeira vez, ele provavelmente escolherá gêiseres menores, menos visados pelos turistas – mas também onde é mais fácil observar os detalhes, em função da menor quantidade de água, e explicará como ocorre a formação dos jatos. Antes da formação dos jatos, no início da manhã, é normal que todos os gêiseres estejam expelindo apenas vapor de água. Essas são as conhecidas ‘fumarolas’. A atividade principal, com jatos d’água, tem seu auge entre 6 e 7 horas da manhã. E depois retornam as fumarolas.

Gêiser no Atacama

Em seguida, o grupo é liberado para conhecer os gêiseres maiores. Entre eles, um apelidado de ‘El asesino’, em função da quantidade de acidentes fatais já ocorridos ali. Não quer entrar para as estatísticas? Respeite a sinalização (no chão, marcações de pedrinhas que delimitam a área onde não se deve pisar) e não ultrapasse os muros que circundam os gêiseres!

Gêiser no Atacama

Viu o que queria ver? Agora você pode relaxar num delicioso banho de piscina natural de águas termais. Atenção: só entre nas piscinas reservadas para tal fim! Água quente nãó é brincadeira.

Piscinas naturais

Se quiser curtir as piscinas, não se esqueça da roupa de banho e toalha. O local dispõe de vestiários onde você poderá se trocar.

 

Como ir e quanto custa

Listamos aqui exemplos de agências que fazem o passeio saindo de San Pedro de Atacama. A entrada para os Geisers del Tatio custa cerca de $ 5.000 (pesos chilenos) e geralmente é incorporada ao preço do passeio pela agência.

Fomos com a agência Layana, a última listada acima. Eles foram indicados pelo Hostal Campo Base, onde estávamos, e não nos arrependemos em nenhum instante. Transporte confortável e guia Pato ótimo. Atencioso e paciente. Ainda, sabemos que eles cobram um pouco menos do que as agências mais famosas. Pagamos $ 40.000 (pesos chilenos) por pessoa nesse passeio.

 

No retorno do passeio, as agências passam ainda pelo Pueblito de Machuca. Um povoado onde é possível observar o modo de vida ancestral dos habitantes do deserto. Conhecer a arquitetura típica do local e, para os carnívoros, degustar carne de lhama.

 

Gêiser no Atacama Gêiser no Atacama

Mas diz: vale ou não vale a pena conhecer?

 

Anazélia Tedesco

Anazélia Tedesco

Anazélia Tedesco tem 28 anos, é bióloga, dedica-se à restauração de florestas como trabalho e ao montanhismo como lazer - a união dessas duas coisas define seu estilo de vida. Sua história com as montanhas começa em Pancas, a terra do Pontões Capixabas, onde nasceu. Mais tarde, conheceu os trekkings de longa distância e as tradicionais travessias e, desde então, não parou mais.
Anazélia Tedesco

Últimos posts por Anazélia Tedesco (exibir todos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *